Dissertação

{pt_PT=Sistema de classificação de resiliência para edifícios perante riscos naturais} {} EVALUATED

{pt=Nas últimas décadas, houve um aumento na frequência e intensidade de desastres causados pela natureza. O crescimento mundial da população, e consequentemente das infraestruturas, aumenta a exposição a riscos deste tipo. A expectativa de que a frequência de desastres deste tipo aumente amplifica a necessidade de atuação hoje para minimizar os riscos e custos económicos associados no futuro. A capacidade de edifícios manterem ou restaurarem a sua funcionalidade após eventos disruptivos, dentro de um determinado período de tempo, tem atraído cada vez mais a atenção tanto de académicos como profissionais. Este trabalho pretende estudar e desenvolver um método para medir a resiliência de ativos construídos. Propõe-se um sistema de classificação da resiliência de edifícios que a avalia segundo 5 dimensões (ambiental, económica, organizacional, social e técnica), que se subdividem em 16 indicadores e 75 parâmetros. Esta proposta é fundamentada com uma análise conceptual de sistemas existentes tais como o REDi e Building Scorecard. A sua aplicabilidade é testada empiricamente com 11 edifícios com utilizações variadas. Os casos permitem melhorar o sistema inicialmente proposto. Os resultados são analisados através do SPSS, com uma matriz de correlação de Pearson e análise de cluster. O sistema proposto permite classificar e comparar o desempenho de edifícios, identificando as suas vulnerabilidades, informação essencial para estabelecer prioridades de investimento. São múltiplas as partes interessadas envolvidas no ciclo de vida dos edifícios que poderão beneficiar da proposta desenvolvida. O trabalho está na sua fase inicial de desenvolvimento e identifica melhorias a realizar em estudos futuros. , en=In recent decades, there has been an increase in the frequency and intensity of natural disasters. The worldwide growth of population, and consequently of infrastructure, increases the exposure to risks of this type. The expectation that the frequency of such disasters will increase amplifies the need to act today, to minimize the associated economic risks and costs in the future. The ability of buildings to maintain or restore their functionality after disruptive events, within a certain period, has increasingly attracted the attention of academics and professionals. This work intends to study and develop a method to measure the resilience of built assets. Therefore, a resilience classification system is proposed, which assesses resilience according to 5 dimensions (environmental, economic, organizational, social, and technical), which are subdivided into 16 indicators and 75 parameters. This proposal is based on various existent systems such as REDi or Building Scorecard, and its applicability is tested with 11 buildings with varied uses. The results are analysed via SPSS using a Pearson correlation coefficient matrix and clustering techniques. These cases allowed improvements in the system initially proposed. The proposed resilience classification system allows classifying and comparing the performance of buildings, identifying their vulnerabilities, essential information to establish investment priorities. Multiple stakeholders are involved in the life cycle of buildings that may benefit from the developed proposal. The work carried out is in its early stages of development and includes the identification of improvements to be developed in future work.}
{pt=Resiliência, avaliação do desempenho, ambiente construído, edifícios, risco climático, risco sísmico, en=Resilience, performance assessment, built environment, buildings, climate risk, seismic risk}

julho 15, 2021, 9:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Nuno Gonçalo Cordeiro Marques de Almeida

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Maria João Serpa da Lança Falcão da Silva

Laboratório Nacional de Engenharia Civil

Investigador Auxiliar