Dissertação

{pt_PT=Operações de desenvolvimento em minas subterrâneas: Ferramentas de controlo e gestão para otimização do ciclo mineiro} {} EVALUATED

{pt=O presente documento propõe adoptar uma metodologia de organização e desenho de trabalhos na área do desenvolvimento mineiro em minas subterrâneas para optimizar o ciclo mineiro. Para tal propôs se estudar as componentes do ciclo com o intuito de maximizar o ritmo de avanço. Foi definida uma ferramenta de monitorização do ciclo mineiro, em que se diferenciou o trabalho efectivo (operações mineiras) do trabalho não produtivo (paragens e interrupções). Um parâmetro descritivo do aproveitamento da frente de trabalho foi definido: a utilização efectiva da frente (UEF). Em simultâneo, foi feita uma aposta na coordenação dos trabalhos, realizando contínuas sessões de planeamento operacional. O ritmo de avanço é o principal indicador em desenvolvimento mineiro. Através de uma gestão eficiente dos processos é possível a aumentar a produtividade do ciclo, e consequentemente aumentar o número de metros realizados. Foi desenvolvido outro parâmetro: coeficiente de eficiência do ciclo (CEC), que permite avaliar a eficiência do ciclo, bem como avaliar a rentabilidade das operações unitárias, em conjunto com o controlo da utilização da frente. A metodologia foi aplicada em duas rampas na mina de Neves-Corvo. O caso de estudo teve uma duração de 10 meses. As principais conclusões são que o tempo do ciclo mineiro e das operações unitárias influenciam a produtividade, enquanto a utilização efectiva da frente controla o aproveitamento dos recursos. Quanto maior for a eficiência com que o ciclo é realizado em conjunto com um menor tempo despendido pelas operações unitárias, maior é a produtividade em relação aos metros atingidos., en=This work aims to define a methodology of mining operations’ organization and planning to optimize the mining cycle on development projects. For this purpose, it was proposed to study the components of the cycle in order to maximize the advance rate. A tool for monitoring the mining cycle was defined, in which the effective work (mining operations) was distinguish of non-productive work (stops and interruptions). A parameter was defined for the efficiency of the utilization of a working face: face utilization efficiency (FUE). Simultaneously, a commitment was made to the coordination of the mining operations, holding continuous sessions of operational planning. The advance rate is the main indicator in mining development. Through efficient management of the processes it is possible to increase cycle productivity, and consequently increase the number of meters realized in a given period of time. A parameter named cycle efficiency coefficient (CEC) was developed, which allows to evaluate the efficiency of the cycle, as well as to evaluate the yield of the unit operations, together with the control of the working face. The methodology was applied on two ramps at Neves-Corvo mine. The case study lasted 10 months. The main conclusions are that the duration of the mining cycle and of unit operations affect the productivity, while the face utilization allows to measure the resources’ yield. The higher the efficiency with which the mining cycle is carried out together with a shorter time spent by the unit operations, the higher the productivity on the meters reached.}
{pt=Desenvolvimento mineiro, ciclo mineiro, ritmo de avanço, operações unitárias, utilização da frente, coeficiente de eficiência do ciclo, en=Mining development, mining cycle, advance rate, unit operations, face utilization, cycle efficiency coefficient}

Junho 24, 2019, 14:30

Orientação

ORIENTADOR

Ana Paula Alves Afonso Falcão Neves

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar