Dissertação

{pt_PT=Comportamento estrutural e reforço de um tabuleiro metálico de uma ponte ferroviária} {} EVALUATED

{pt=Ponte do Zêzere II, localizada no concelho da Covilhã, é uma ponte ferroviária metálica de via simples, com tabuleiro em treliça metálica com ligações rebitadas inaugurada em 1890. Integrada na linha da Beira Baixa, esta linha foi desativada em 2009 por apresentar diversas deficiências. Entre as principais deficiências, encontra-se a falta de resistência à fadiga, fenómeno típico de estruturas metálicas em que ocorrem variações de tensão cíclicas e elevadas. Desta forma, foi realizada uma análise estrutural do tabuleiro ferroviário metálico e uma verificação da segurança aos estados limites últimos de acordo com o Eurocódigo 3, e tendo em consideração as atuais cargas de projeto. Esta verificação mostrou diversas deficiências de resistência última dos elementos estruturais do tabuleiro, tendo sido necessário proceder ao estudo de soluções de reforço e substituição de diversos elementos da estrutura. Na sequência desta análise foi realizada a verificação de segurança à fadiga de diversos elementos da estrutura metálica, já tendo em consideração os reforços preconizados. As normas europeias não contêm métodos específicos para a verificação de segurança à fadiga de ligações rebitadas, comparando os rebites novos a parafusos pré-esforçados. Verifica-se, contudo, que esta comparação pode ser inadequada uma vez que uma ligação rebitada centenária pode, em serviço, não se encontrar pré-esforçada. Foram assim utilizadas metodologias para a verificação de segurança à fadiga de ligações rebitadas que tiveram em conta esta particularidade. Concluiu-se desta verificação que as ligações rebitadas evidenciam em geral bom comportamento à fadiga, mesmo para as presentes sobrecargas de projeto., en=The Ponte do Zêzere II bridge, located in the county of Covilhã, is a simple-track steel railway bridge composed with a steel truss deck with riveted connections inaugurated in 1890. It integrates the Beira Baixa line, this line was disabled in 2009 for presenting several deficiencies. Among the main deficiencies is the lack of fatigue resistance, a typical phenomenon of steel structures in which varying cyclic and high tension occurs. In this way, it was carried out a structural analysis of the steel rail deck and a safety verification to the ultimate states limits according to Eurocode 3, taking into account consideration of the current project loads. This verification showed several deficiencies of ultimate resistance of the structural elements of the deck, and it was necessary to study solutions for strengthening and replacing various elements of the structure. Following this analysis, the fatigue safety verification of various elements of the steel structure was performed, taking into account the recommended reinforcements. European standards do not contain specific methods for safety verifications to fatigue of riveted connections, comparing new rivets to prestressed fasteners. However, this comparison may be inadequate since a centuries-old riveted connection may not be pre-stressed in service. Therefore, methodologies for the safety verification to fatigue of riveted connections took this particularity into account. It was concluded from this verification that the riveted connections generally show good behavior to fatigue, even for the present project overloads.}
{pt=Ponte ferroviária treliça metálicas, ligações rebitadas, rebite, resistência à fadiga, en=Steel truss railway bridge, riveted connection, rivet, fatigue resistance}

Dezembro 12, 2019, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José Joaquim Costa Branco de Oliveira Pedro

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar