Dissertação

Cluster Analysis of the Iberian Peninsula Temperatures Time Series EVALUATED

Esta tese aborda o agrupamento de séries temporais de temperatura máxima diária na Península Ibérica durante o período 1995-1999. O agrupamento é aplicado a 19 estações metereológicas, definidas conforme a divisão NUTS2. Duas técnicas de clustering são utilizadas e comparadas: usando distâncias baseadas na função de autocorrelação e, outra abordagem, usando distâncias baseadas na função de autocovariância quantílica. Por outro lado, consideraram-se e compararam-se diferentes metodologias de subamostragem. A aplicação dos algorítmos de agrupamento resultou principalmente em: a escolha do melhor comprimento de subamostragem; a conclusão que os casos com subamostragem fornecem dendrogramas com coeficientes de correlação cofenética mais altos do que no caso sem subamostragem; a escolha da average-linkage como melhor método de linkage; e, a partição da Península Ibérica em regiões de acordo com os dados: todas as metodologias concordam quando se faz uma partição em 2 clusters.
agrupamento, função de autocorrelação, função de autocovariância quantílica, subamostragem

Julho 25, 2018, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Sónia Gouveia

ORIENTADOR

Manuel Gonzalez Scotto

Departamento de Matemática (DM)

Professor Associado