Dissertação

Gestão do conhecimento na área da segurança da informação EVALUATED

Este estudo pretende ajudar a compreender normativos, contexto, limitações, resultados e possíveis melhorias da aplicação do processo de gestão de alterações em operações ferroviárias. O referencial de gestão de alterações estudado abrange a aplicação do Método Comum de Segurança, no contexto do sistema de gestão de segurança da organização. Através da compreensão destes aspetos, pretendeu-se perceber quais os elementos ou etapas relevantes que o compõem e de que forma contribuem para a sua aplicação, procurando enriquecer essa compreensão com a revisão da literatura sobre diferentes temas, enquadradores do processo de gestão de alterações. Essa análise foi efetuada através de um estudo de caso de um operador ferroviário português, consultando um conjunto de peritos de várias áreas críticas da organização, envolvidos na implementação de alterações significativas, usando como ferramentas mais importantes a consulta de documentos técnicos e de gestão, com realização de uma entrevista semiestruturada. Conclui-se que as melhorias na utilização deste método abrangem aspetos técnicos de aplicação, de capacidade de sensibilização e envolvimento de pessoas chave com competências relevantes e multidisciplinares, de coordenação e transferência de informação de gestão do risco entre empresas, incluindo aspetos de reorganização e reabilitação do setor essenciais para responder ao elevado nível de especialização suscitado pela regulamentação e pela necessidade de inovação organizacional e tecnológica.
Gestão de Alterações, Gestão do Risco, Gestão da Mudança, Sistemas de Gestão da Segurança, Método Comum de Segurança.

Junho 28, 2017, 13:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José Manuel Costa Dias de Figueiredo

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Auxiliar