Plano Curricular

MEMec 2006 desde 2006

A estrutura curricular do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica é semelhante à da generalidade das instituições de referência do espaço universitário Europeu que leccionam cursos de engenharia mecânica. De facto, existe uma prática estável e consolidada ao nível destas instituições de perspectivarem os objectivos da formação em engenharia mecânica para a obtenção do grau de mestre após 10 semestres curriculares de trabalho.

A adopção de uma estrutura de organização da formação de engenheiros mecânicos semelhante à da generalidade das instituições de referência de ensino universitário do espaço Europeu tem em vista assegurar aos estudantes portugueses condições de mobilidade, formação e de integração profissional similares, em duração e conteúdo, às dos restantes estados que integram aquele espaço.

O Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica é constituído por unidades curriculares de competências transversais, ciências básicas, ciências de engenharia, ciências da especialidade e por uma dissertação de mestrado. O curso tem um regime semestral com um número médio de 5 unidades curriculares por semestre, baseado num máximo de 25 horas de contacto nos dois primeiros anos e de aproximadamente 22.5 horas nos anos subsequentes.

O Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica desenvolve-se em torno de três áreas de especialização fundamentais; a transformação e utilização de energia (Energia), o projecto e fabrico de produtos, equipamentos e sistemas industriais (Produção) e o controlo e automação de sistemas mecânicos (Sistemas).


A informação contida nesta página é da responsabilidade da equipa de coordenação do curso.