Dissertação

Holiday Knight: a Videogame with Skill-based Challenge Generation EVALUATED

Os desafios em video jogos são normalmente criados numa mentalidade de ’o mesmo desafio para toda a gente’, o que gera diferentes experiências para diferentes jogadores já que estes não possuem todos o mesmo nível de competência nas capacidades necessária para ultrapassar ditos desafios. Alternativamente, alguns jogos oferecem a escolha entre algumas dificuldades como as conhecidas: fácil, normal e difícil. E se, em vez de ter uma dificuldade para todos os jogadores ou perguntar ao jogador, o jogo fosse capaz de adaptar os seus desafios a cada jogador, de modo a que a experiência sentida por todos fosse semelhante? Baseado num trabalho desenvolvido anteriormente que provou que tal modelo aumenta tanto o tempo que um jogador passa a jogar como o número de vezes que joga quando comparado com um método tradicional de criar desafios, o trabalho apresentado neste documento investiga se a semelhante conclusão se pode chegar num jogo onde ambas as soluções usadas em testes com utilizador forem as mesmas, com a diferença de que numa há adaptação ao jogador e na outra não, e como é que esta diferença afeta a experiência do jogador. Concluiu-se que não houve diferenças significativas nem na duração de uma sessão de jogo, nem no número de vezes jogadas, mas que o desafio sentido na versão adaptativa foi mais homogéneo, o que significa que o nível de desafio sentido entre estes jogadores foi muito semelhante, não se verificando perda de competência quando comparados com os jogadores que jogaram a versão sem adaptação.
Geração Procedimental de Conteúdo, Monitorização de Habilidade, Envolvimento, Desafios Adaptados

Junho 5, 2019, 13:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Carlos António Roque Martinho

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar