Dissertação

Disabled 'R' All: Deficiências Situacionais EVALUATED

Com o desenvolvimento da tecnologia os dispositivos móveis têm vindo a dotar os seus utilizadores da capacidade de realizar um sem número de tarefas fora do ambiente de escritório. Esta mudança no ambiente de realização das tarefas deu origem a novas dificuldades na interacção com dispositivos móveis. Estas dificuldades que dependem do contexto de utilização são chamadas de deficiências situacionais. Uma vez que os dispositivos móveis competem pelo uso de recursos humanos e afectam especialmente a visão tornando, no limite, o utilizador funcionalmente cego, tentou-se efectuar uma transferência de tecnologia entre a área de acessibilidade e usabilidade, para tentar melhorar a forma como interagimos com estes dispositivos. Esta transferência poderia trazer vantagens às duas áreas ao tornar os dispositivos móveis mais acessíveis utilizando soluções com resultados comprovados. Para testar esta hipótese foi efectuado um estudo empírico com 23 utilizadores, usando 3 métodos de introdução de texto em 3 situações. Com base nos resultados verificou-se que a transferência de tecnologia não obteve bons resultados, concluindo que a melhor maneira de melhorar a interacção com dispositivos móveis em situações de mobilidade passaria por melhorar o teclado QWERTY virtual em vez de o substituir. Para esta nova abordagem foram adaptados alguns atributos pré-atentos e retorno sonoro, tendo estes obtido resultados positivos face ao QWERTY virtual, num estudo empírico com 21 utilizadores. Para estes estudos foi ainda utilizado um método de avaliação usado para avaliar interfaces de dispositivos em veículos, que se revelou promissor na avaliação de interfaces em dispositivos móveis, a oclusão.
Mobilidade, Deficiências Situacionais, Introdução Texto, Pré-Atentos

Junho 18, 2012, 16:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Joaquim Armando Pires Jorge

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Catedrático