Dissertação

CogniMobile: Diferenças Cognitivas e os Dispositivos Móveis EVALUATED

A interacção com qualquer dispositivo móvel depreende um esforço cognitivo que para a população cega se vislumbra suplementar, por falta de um sentido fundamental como a visão. A introdução de texto em particular, apresenta-se como uma das tarefas mais comuns, mas simultaneamente, das mais exigentes para um deficiente visual. As soluções de acessibilidade passam geralmente pela transformação da informação visual em sonora através de software de leitura de ecrã, contudo, nem toda a informação é transmitida ao utilizador cego. Uma boa memória e noção espacial, não só do dispositivo como da interface são fulcrais para que o utilizador consiga ter uma interacção ajustada. Estas soluções pecam por serem idealizadas para um estereótipo de utilizador cego com excelentes capacidades cognitivas, ignorando a diversidade existente dentro da população. Apesar das diferentes capacidades e necessidades da população cega, estas são regra geral negligenciadas, sendo todos apresentados com as mesmas soluções. É necessário compreender essas diferenças para a concepção de produtos que sejam mais inclusivos. Este trabalho seguiu uma abordagem baseada na teoria de capacidades-exigências. As capacidades de utilizadores cegos, com especial destaque para as cognitivas, foram avaliadas e equacionadas com as exigências de dispositivos móveis, através do desempenho em tarefas com telemóveis de teclados físicos e de ecrã táctil. Estas avaliações possibilitaram identificar e constatar a relação e importância de diversas características quer a nível do utilizador ou dispositivo e interface, permitindo identificar para um determinado utilizador, consoante as suas capacidades, qual a interface e técnicas de interacção mais acessíveis.
Acessibilidade móvel, Deficiência visual, Cognição, Ecrãs Tácteis, Entrada de texto

Outubro 17, 2011, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Daniel Jorge Viegas Gonçalves

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar