Dissertação

fMRI data analysis techniques and the self-organizing maps approach EVALUATED

A imagiologia de ressonância magnética funcional (fMRI) é uma técnica amplamente usada para saber mais acerca de como a função cerebral suporta actividades mentais. Apesar da técnica fMRI ser uma poderosa ferramenta na detecção de activação funcional ao nível do cérebro, os dados obtidos através de experiências, usando esta técnica, não podem ser analisados directamente com facilidade. Factores que contribuem para esta dificuldade incluem a fraca intensidade do sinal, a abundância de ruído nos dados e a dificuldade em separar activações de interesse de outros tipos de activações. Para ultrapassar algumas destas dificuldades, poderosas técnicas de análise são usadas para interpretar os dados de fMRI. A primeira parte do nosso trabalho vai cobrir algumas destas técnicas, as mais aplicadas actualmente, fornecendo uma descrição técnica para as várias aproximações. A nossa maior contribuição será, contudo, um estudo mais detalhado de uma técnica de análise em particular: os mapas auto-organizados (SOM). Para conculuir acerca da performance desta aproximação na análise de dados fMRI desenvolvemos uma ferramenta de mineração de dados implementando o algoritmo SOM. O algoritmo foi assim testado usando esta ferramenta com dados reais de fMRI. Na segunda parte do nosso trabalho vamos introduzir o algoritmo SOM concluindo com a apresentação e discussão dos resultados da nossa análise.
Neuromiagiologia, fMRI, sinal BOLD, téncias de análise de dados, mapas auto-organizados

Novembro 12, 2010, 15:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Andreas Miroslaus Wichert

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar