Dissertação

Enterprise Architecture without Tiers EVALUATED

Num ambiente empresarial em evolução contínua, as mudanças organizacionais são cada vez mais uma constante. Muitas dessas mudanças implicam alterações nos sistemas de informação, existindo assim uma crescente necessidade de garantir que as arquitecturas empresariais são flexíveis, adaptáveis e escaláveis de forma a suportar a nova realidade. Actualmente, uma grande parte das empresas tem a sua arquitectura assente num paradigma de modelação por camadas, em que os sistemas são modelados segundo três principais camadas: dados, lógica e apresentação. Este tipo de modelação, associado à centralização da informação e à implementação com foco na tecnologia, não se encontra adequado para as frequentes mudanças que as organizações enfrentam. Assim, a Enterprise Architecture without Tiers pretende apresentar um novo paradigma de interacção de serviços unificados (humanos ou tecnológicos), em que o principal objectivo é a modelação de sistemas com uma maior proximidade à realidade, permitindo prever que pequenas alterações no negócio se traduzam em pequenas alterações nos sistemas. Ao diminuir o risco e o impacto de alterações nos sistemas, este novo paradigma apresenta-se como uma solução com fortes características em termos de flexibilidade, alterabilidade, adaptabilidade, escalabilidade e interoperabilidade. Adicionalmente, apresenta a grande aposta na qual se deve basear a modelação de arquitecturas empresariais: o mundo real e as interacções humanas.
Mudança Organizacional, Serviços Unificados, USF, SIL

Novembro 17, 2010, 9:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

José Carlos Martins Delgado

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Associado