Dissertação

Automatização da gestão de serviços EVALUATED

Num universo dominado pelos paradigmas orientados a serviços, a gestão e operação dos mesmos torna-se um problema comum. A capacidade de dotar um serviço com funcionalidades que garantem a sua operação correcta de forma segura constitui um requisito mínimo imposto aos fornecedores de serviços. Uma das tecnologias mais usadas no âmbito de serviços são os Web Services, e para dotar os serviços de tais funcionalidades têm vindo a ser desenvolvidas inúmeras extensões designadas WS-*. A definição e execução de políticas são uma forma de criar regras para guiar um sistema na sua auto-gestão. Na tecnologia Web Services existe uma extensão designada WS-Policy, no entanto existe pouca flexibilidade no que diz respeito à especificação de políticas. Neste trabalho é proposto um Framework orientado à gestão e operação de serviços, usando uma linguagem designada por SIL (Service Implementation Language). Nessa linguagem são definidas as principais funcionalidades que um serviço deve oferecer, bem como a integração com um Framework que permite a automação ? um Framework de gestão baseado em políticas. Através da definição de políticas, que podem ser mapeadas em regras de negócio, um serviço ganha capacidades autónomas para responder a um conjunto de situações previamente identificadas.
Automatização, Gestão, Serviços, Políticas

Junho 2, 2010, 17:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

José Carlos Martins Delgado

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Associado