Dissertação

GRITO: Utilização de clusters GRID para um sistema de preservação digital EVALUATED

A preservação digital é a capacidade de recuperar, aceder, e usar objectos digitais através do tempo, enquanto se assegura que as propriedades de autenticidade e integridade dos objectos se mantêm. As organizações lutam para proteger importantes activos de dados de ameaças que poderão causar danos irreparáveis. Os sistemas de preservação digital apresentam uma maneira de se alcançar os objectivos de acessibilidade, integridade e autenticidade da preservação. Um largo espectro de técnicas, como migração e emulação, são utilizadas por esses sistemas para preservar objectos digitais. As grids de dados são um tipo específico de grid desenhada para a partilha e gestão de dados. Estas infra-estruturas oferecem escalabilidade, segurança, replicação, virtualização, e suporte para grandes quantidades de dados. No entanto, estas infra-estruturas não foram desenhadas com a preservação em mente. Esta tese propõe o uso de uma grid de dados em preservação digital. Para esse efeito, um estudo de uma grid de dados é conduzido e uma avaliação é feita pelas suas falhas face a ameaças usando para isso uma taxonomia por nós desenvolvida. O sistema em estudo é a grid de dados iRODS e é nessa tecnologia que as propostas apresentadas e os resultados focam. Um conjunto de serviços que lidam com ameaças foi desenvolvido e integrado na grid de dados, aproximando as grids de dados à preservação.
Preservação digital, técnicas de preservação, grid de dados, serviços de preservação

Outubro 13, 2008, 15:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

José Luís Brinquete Borbinha

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar