Dissertação

AI player for board game Diplomacy EVALUATED

O Diplomacy é um jogo de estratégia onde 2 a 7 jogadores competem pela sua supremacia sobre a Europa no virar do século XX. É um jogo onde a sorte ou a aleatoriedade não tem qualquer papel e os jogadores negoceiam entre si de forma a ganharem vantagem. O tabuleiro está dividido em 75 províncias onde 34 são chamados ``supply centers". Os turnos estão divididos em fases dedicadas à negociação, aos movimentos das peças dos jogadores e a ajustes do tabuleiro. No final de cada ano/turno, cada jogador ajusta o número de peças ao de ``supply centers" que possui. Ganha o jogador que, no final de uma estação, detenha 18 dos 34 ``supply centers" disponíveis no tabuleiro. Neste trabalho foi criado um jogador automático (bot) dedicado ao jogo acima apresentado. O Tagus é um bot desenvolvido para a plataforma de jogos de Diplomacy oferecida pelo projecto DAIDE, usando um kit de desenvolvimento oferecido pelo mesmo. Tirando partido da negociação que faz com os restantes jogadores e de uma biblioteca de aberturas, o bot ganha vantagem a nível do jogo, sempre com o objectivo de ganhar. O tipo negociação feita é simples e inclui apenas propostas de aliança ou paz com base na tensão e confiança com os outros jogadores. As experiências feitas revelam que negociação traz vantagens às partes intervenientes. Além disso, tornou-se claro que, em alguns casos, o uso de bibliotecas de abertura fortalece os seus utilizadores no início do jogo.
Diplomacy, Negociação, IA, Jogador, DAIDE, SMA

Junho 7, 2017, 10:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Pedro Alexandre Simões dos Santos

Departamento de Matemática (DM)

Professor Auxiliar