Dissertação

Modelo de Maturidade de uma Arquitectura Orientada a Serviços EVALUATED

Na atualidade, as organizações têm-se tornado cada vez mais dependentes dos Sistemas de Informação (SI), para melhorar os seus processos de negócio, adquirindo frequentemente novos serviços. As preocupações com a integração das aplicações, são cada vez mais relevantes, pois existe por parte da organização a necessidade de saber quando é adquirido um novo serviço, qual o sistema de informação que o vai suportar e como vai ser integrado com os sistemas já existentes. As integrações nas aplicações por vezes falham, porque não existe por parte da organização a preocupação na alienação entre a arquitetura empresarial e a arquitetura das tecnologias da informação. Existem algumas metodologias criadas para avaliar em que estado de maturidade se encontra a integração dos serviços nas organizações, mas a maioria das AQ são muito genéricas. Para abordar este problema, criamos um conjunto de critérios de resposta para cada AQ do modelo de maturidade OSIMM para melhorar o seu método de avaliação. Com base nos resultados das AQ, podemos obter qual o nível de maturidade da integração dos serviços para cada dimensão e podemos definir a estratégia, roadmap que queremos definir para a nossa organização e quais os benefícios dessa implementação, se necessário. Como método de investigação, usaremos o Design Science Research (DSRM) e para avaliação dos resultados faremos entrevistas e questionários, tendo também em conta os comentários por parte da comunidade científica e os princípios de Österle.
Serviços, Sistemas de Informação, Modelos de maturidade, SOA, Assessment  Questions, Integração de aplicações

Março 24, 2015, 11:15

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

André Ferreira Ferrão Couto e Vasconcelos

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar

CO-ORIENTADOR

Miguel Leitão Bignolas Mira da Silva

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar