Dissertação

Adopting Microservices - Migrating a HR tool from a monolithic architecture EVALUATED

Microserviços são estilo arquitetural que tem ganho muita popularidade recentemente. Um modo de desenhar aplicações web ou sistemas de uma forma modular, por composição de vários serviços independentes entre si, contrastando com o os estilos tradicionais que produzem um único monólito. Um número crescente de companhias tem adotado este estilo para dar melhor resposta a novos requisitos ou simplificar o processo de desenvolvimento. Embora os microserviços consigam resolver alguns problemas, introduzem também complexidade no contexto associado. O processo de migração está altamente relacionado com o contexto do monólito, o seu objetivo, processo de desenvolvimento e requisitos. Consequentemente, este é um processo que acaba por ser quase único para cada companhia, visto que as decisões tomadas devem ter os seus recursos e objetivos em vista. Por outro lado, há também problemas que são comuns a todos os processos de migração. Este segundo tipo de problemas são o foco deste trabalho. Exploramos esses desafios migrando uma aplicação que apresentava requisitos que motivavam esta mudança arquitetural. Adotar microserviços é uma questão de gerir 'trade-offs' enquanto se asseguram os nossos requisitos. Durante o processo, documentamos os problemas encontrados, discutimos opções a solução escolhida. Por fim, avaliamos o produto resultante usando métricas relacionadas com a qualidade de software de modo a perceber o impacto no produto.
Microserviços, Migração, Monólito, Arquitetura Orientada a Serviços, Computação em Nuvem

Outubro 30, 2018, 10:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

José Alberto Rodrigues Pereira Sardinha

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Auxiliar