Dissertação

ByTAM: a Byzantine Fault Tolerant Adaptation Manager EVALUATED

Embora existam já algumas propostas para adaptação dinâmica de protocolos tolerantes a faltas bizantinas (BFT), as soluções atuais tem limitações importantes como pouca robustez, dependendo da existência de componentes centralizados e confiáveis; pouca flexibilidade, restringindo a estratégia de adaptação; e falta de extensibilidade, impossibilitando a adição de novas políticas. Para superar estas lacunas, esta dissertação propõe um gestor de adaptação genérico, que pode ser usado para controlar a execução de diversas políticas de adaptação, permitindo ajuste fino dos parâmetros dos protocolos. Este gestor funciona de forma independente do serviço que se pretende adaptar, sendo ele próprio tolerante a falhas bizantinas, e foi desenvolvido recorrendo a uma conhecida biblioteca de código aberto (BFT-SMaRt). A sua avaliação experimental mostra que este é eficaz na adaptação, promovendo um desempenho mais eficiente do serviço BFT em diversas condições de operação.
Reconfiguração, Bizantino, Adaptação, Políticas

Setembro 29, 2016, 13:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Luís Eduardo Teixeira Rodrigues

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Catedrático