Dissertação

3D Printing: From Waste to Frugal Innovation EVALUATED

A humanidade está a esgotar recursos a uma velocidade alarmante e, tentando reverter isto, a ONU apresentou os Objectivos para o Desenvolvimento Sustentável. 65% da população mundial vive com menos de 2 USD por dia, sendo considerados consumidores do fundo da pirâmide. Algo deve mudar na forma como as empresas entregam valor a estes consumidores. A Inovação Frugal é uma das soluções para este problema. Consiste em desenvolver produtos e serviços acessíveis, da maneira mais simples possível, e minimizando os impactos ambientais e sociais, permitindo colmatar as necessidades destes consumidores. A tecnologia tem assumido um papel determinante para as inovações frugais, com a impressão 3D a impor-se como uma solução disruptiva. A 3D Ways, start-up portuguesa especializada em impressão 3D, trabalha com clientes de renome em Portugal, por exemplo nas áreas médica e de manufactura. Deparando-se com esta necessidade de sustentabilidade e com a oportunidade trazida pela inovação frugal, a empresa tomou a decisão estratégica de expandir para os mercados emergentes, começando pelo Gana, uma vez que o desperdício de plástico é um problema gravíssimo para o país, com 1.7 milhões de toneladas geradas anualmente. (GhanaWeb, 2017). Um recurso que pode ser transformado em produtos frugais. Assim, esta dissertação propõe a criação de um plano de negócios para a entrada da 3D Ways no novo mercado, com a ajuda de uma extensa revisão bibliográfica que engloba as componentes teóricas e técnicas da inovação frugal e impressão 3D, juntando uma abordagem prática a modelos e planos de negócios, e ferramentas estratégicas.
Impressão 3D, Inovação Frugal, Desperdício de Plástico, Plano de Negócios

Novembro 14, 2018, 14:15

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Ana Isabel Cerqueira de Sousa Gouveia Carvalho

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Associado