Dissertação

Um modelo empírico das motivações de empreendedores sociais EVALUATED

As motivações iniciais dos empreendedores sociais são cruciais para a criação de empresas sociais e têm sido alvo de alguns estudos. No entanto, as motivações que ocorrem durante a persistência destas empresas têm sido muito menos estudadas. O objetivo principal do presente trabalho é estudar as motivações iniciais na criação de empresas sociais no Peru, bem como analisar a dinâmica das motivações e atividades ao longo do tempo (estudo longitudinal), e construir um modelo que integre os resultados obtidos. Para tal, foram feitas entrevistas a representantes de nove empresas sociais híbridas do Peru (motivações iniciais), tendo sido usadas quatro destas entrevistas para o estudo longitudinal. As motivações foram classificadas nas categorias seguintes: ajudar a sociedade, apoio da rede social, proximidade com o problema social, sustentabilidade financeira, contexto institucional, realização pessoal, contexto cultural e contexto de mercado. Na criação de uma empresa social, a motivação considerada fundamental foi a de ajudar a sociedade, tendo também sido importantes a realização pessoal, a proximidade com o problema social e o contexto de mercado. Durante a persistência das empresas sociais, as motivações de contexto de mercado e de ajudar a sociedade mantiveram-se relevantes, nomeadamente a de ajudar a sociedade, que parece ter sido reforçada. Porém, durante a persistência, a motivação que recorrentemente gerou mais atividades foi a sustentabilidade financeira, tendo sido considerada vantajosa a instalação precoce desta motivação. Finalmente, é sugerido que a relação entre a sustentabilidade financeira e o ajudar a sociedade é crucial na persistência das empresas sociais híbridas estudadas.
Empreendedor social, empresa social, empresa híbrida, motivação, criação e persistência de empresas, estudo longitudinal

Novembro 20, 2018, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Joana Serra da Luz Mendonça

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Assistente