Dissertação

Estudo das práticas de logística inversa na indústria em Portugal EVALUATED

Atualmente, a possibilidade de devolução de artigos tem vindo a ser reconhecida pelas empresas, como uma estratégia para aumentar os níveis de serviço. A Logística Inversa (LI) encontra-se ligada aos processos de devolução, surgindo como uma área de estudo cada vez mais revelante. O objetivo deste trabalho é explorar a situação atual das práticas de LI entre os setores da indústria em Portugal. Embora existam estudos sobre a LI, nenhum dos estudos contempla o contexto português. O estudo é realizado através de um questionário, aplicado a empresas portuguesas de quatro setores: 1) Indústria Alimentar; 2) Indústria Automóvel; 3) Eletrónica de consumo; 4) Indústria Transformadora. Os resultados demonstram que as empresas portuguesas consideram a LI importante, identificando a eliminação adequada dos produtos devolvidos como a prática mais comum. Uma das observações mais importantes deste estudo é o facto de as empresas adotarem a LI devido aos benefícios associados à melhoria da relação com os clientes e da redução nos custos logísticos. A maior barreira à implementação é a falta de planeamento estratégico por parte das empresas na gestão da devolução e o principal motivo que dificulta o desempenho das atividades é a não-uniformidade dos produtos devolvidos. O estudo também permitiu estimar o volume de produtos devolvidos e os custos da LI. O trabalho apresenta limitações, como a dimensão da amostra, condicionando a análise estatística. Apesar das limitações, os resultados apresentam um bom contributo e uma mais-valia para um melhor conhecimento da área de gestão logística.
Logística Inversa, Gestão de Cadeias de Abastecimento, Inquérito, Indústria em Portugal.

Novembro 24, 2016, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Amílcar José Martins Arantes

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar