Dissertação

Problemas de Partição Multiobjectivo EVALUATED

Nesta dissertação estudamos a possibilidade de generalizar um modelo mono-objetivo a um problema de partição multi-objectivo e mostrar a razão pela qual os algoritmos exatos não são eficientes para a resolução do problema. O modelo matemático estudado trata-se de uma versão modificada de um modelo mono-objetivo de Mehrotra e aplicado ao caso biobjetivo utilizando o método ε-constraint. Da investigação realizada conclui-se que o modelo multiobjetivo exato estudado não se adequa à resolução do problema devido não só á elevada exigência computacional necessária para correr o modelo, como também à dificuldade de garantir as restrições fundamentais de integralidade, de contiguidade e de ‘’ausência de buracos’’. O algoritmo de Kruskal aplicado ao problema de partição multiobjetivo apresenta resultados satisfatórios, conseguindo garantir as restrições gerais de contiguidade e integralidade, sem ser necessário um elevado esforço computacional, com tempos de execução muito reduzidos quando comparados com o método exato.
problema de partição multiobjetivo, método ε-constraint, algoritmo de Kruskal

Novembro 26, 2013, 10:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José Rui De Matos Figueira

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Associado