Dissertação

Logística Inversa nas cadeias de Abastecimento O Caso da Fnac Portugal EVALUATED

No pânorama actual, a devolução de artigos tem vindo a ser reconhecida pelas empresas, como uma estratégia para aumentar os níveis de serviço e/ou reduzir o risco da incerteza da procura. Intrinsecamente ligada aos processos de devoluções, a logística inversa surge como uma área de estudo tendencialmente mais revelante, sendo muitas vezes responsável por uma parte significativa dos custos logísticos das empresas. A Fnac é uma cadeia de retalho a operar em Portugal, cuja oferta engloba uma vasta gama de produtos, desde livros e CDs de música, a variados tipos de produtos tecnológicos. Dentro do território nacional, a Fnac é constituída por um armazém central e dezassete lojas, para além de um website de comércio electrónico. A logística inversa é uma área de muita importância para esta empresa, no entanto, tal como reconhecido pela mesma, é uma área carenciada de uma análise detalhada. Assim sendo, esta tese procurou caracterizar a cadeia logística da Fnac Portugal, com enfoque na área de logística inversa. De seguida, foram determinados e analisados os custos da logística inversa no sector de livros e, com base nestes custos, desenvolvido um modelo de optimização dos fluxos directos e inversos de livros, de forma a considerar o alto nível de incerteza no mercado actual, tendo como principal objectivo reduzir os custos totais da logística inversa no sector dos livros.
logística inversa, cadeias de abastecimento de ciclo fechado, retalho, modelação

Novembro 16, 2012, 15:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Ana Paula Ferreira Dias Barbosa Póvoa

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Catedrático