Dissertação

Melhoria Contínua num Processo de Transformação - O Caso da Renova, Fábrica de Papel do Almonda S.A. EVALUATED

O mercado do papel tissue posiciona-se não só como um mercado altamente competitivo, mas também como um mercado em que a inovação é de difícil concretização. É neste contexto que surge a Renova, Fábrica de Papel do Almonda S.A., que tem no mercado do papel tissue o seu maior foco de atuação. Face à elevada pressão competitiva, a Renova diferencia-se por desenvolver uma extensa gama de produtos, com elevados padrões de qualidade. Por conseguinte, o interesse do consumidor neste variado leque de produtos traduz-se em sucessivas mudanças. Na fábrica 2, a linha H07 tem nos elevados tempos de setup, um dos maiores contributos para que indicadores de operacionalidade se encontrem abaixo do objetivo. Assim sendo, foi elaborada uma multi-metodologia a 3 fases que se apresenta como solução de melhoria contínua para a linha H07. Aplicando em simultâneo a Teoria das Restrições e Lean, a primeira fase visa a identificação das causas e restrição do problema (RCA); a segunda fase corresponde à implementação das melhorias (SMED, 5S e Heijunka); e finalmente, na terceira fase, caso necessário, a restrição é elevada mediante um investimento no ponto de estrangulamento identificado. Mediante a aplicação de todas as medidas e fases propostas, é possível atingir um ganho trimestral para a linha H07 de aproximadamente 556 horas de produção e uma redução de desperdício em mais de 15 mil toneladas de papel. Esta é a abordagem apresentada no âmbito desta dissertação com o objetivo de incrementar a eficiência operacional da linha H07.
Teoria das Restrições, Lean, Root Cause Analysis, 5S, SMED, Heijunka.

Junho 20, 2018, 9:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Ana Paula Ferreira Dias Barbosa Póvoa

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Catedrático