Dissertação

Excesso de calor na indústria Portuguesa: Setores do Cimento e do Ferro e Aço EVALUATED

O dióxido de carbono é responsável por mais de 50% do efeito de estufa provocado pelo homem, tornando-o o contributo mais relevante para as alterações climáticas. A redução do consumo de energia primária permite diminuir as emissões de gases de efeito de estufa, e o aproveitamento de excesso de calor é uma das formas de redução deste consumo. Por outro lado, a utilização racional da energia pela indústria é um fator de sucesso económico para as empresas. A eficiente utilização da energia nas suas múltiplas formas pode contribuir para melhorar significativamente o desempenho de um dado processo industrial. O objetivo do trabalho refere-se à identificação da origem do excesso de calor na indústria com a sua quantificação energética e térmica, e à análise de utilizações possíveis dentro ou fora do processo. Para tal, foram recolhidos dados junto de indústrias de dois setores: setor do cimento e setor do ferro e aço. Os dados recolhidos são depois analisados e extrapolados para se obter um valor global do excesso para esses setores. É ainda apresentado um estudo do caso de uma empresa do setor do ferro e aço, no qual se estuda a viabilidade de implementação de tecnologias de aproveitamento de excesso de calor.
excesso de calor, eficiência energética, aproveitamento de excesso de calor, projeto de processos químicos, setor industrial

Novembro 28, 2017, 11:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Henrique Aníbal Santos de Matos

Departamento de Engenharia Química (DEQ)

Professor Associado