Dissertação

Apreciação do Risco na Gestão de Dados Científicos utilizando o método Delphi EVALUATED

A necessidade de se gerir os dados científicos tem sido cada vez mais evidente, na medida em que cada vez mais se deseja que os dados sejam preservados, de forma a que possam ser reutilizados a longo prazo. A gestão de dados científicos deve estar presente em todo o ciclo de vida dos dados científicos que engloba a fase de criação, processamento, análise, preservação e reutilização de dados, bem como a permissão para o acesso aos mesmos. Do processo de gestão de dados científicos deve resultar um documento dinâmico denominado de Plano de Gestão de Dados. Neste documento, devem ser apresentadas as respostas a algumas questões relativas à identificação da natureza dos produtos de pesquisa, ao modo como os dados e produtos de pesquisa vão ser partilhados, ao modo como se vai dar acesso aos dados e ao modo como os mesmos vão ser arquivados. Todas estas atividades têm incertezas associadas pelo que é necessário recorrer à gestão do risco. O trabalho desenvolvido passou pela análise e estudo da literatura e algumas normas internacionais existentes, tendo em vista o desenvolvimento de uma lista de fatores de risco transversal a todos os casos concretos do domínio da gestão de dados científicos.
Gestão do Risco, Fatores de Risco, Gestão de Dados científicos, Planos de Gestão de Dados, Método Delphi, Matrizes de risco

Novembro 21, 2017, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

José Luís Brinquete Borbinha

Departamento de Engenharia Informática (DEI)

Professor Associado

ORIENTADOR

José Rui De Matos Figueira

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Associado