Dissertação

Simulação de operações no armazém da farmacêutica Recipharm EVALUATED

O desempenho das cadeias de abastecimento é um fator determinante no sucesso das várias entidades que a compõem. Para tal, e considerando que atualmente os mercados exigem níveis de serviço elevados a custos reduzidos, os armazéns/centros de distribuição têm visto a sua importância reforçada dentro da cadeia de abastecimento. O trabalho desenvolvido consiste na análise e melhoria das operações realizadas no armazém da empresa farmacêutica Recipharm. Recorrendo ao software SIMUL8, foi desenvolvido um modelo de simulação que permite simular o processo realizado pelos principais componentes de um produto fabricado pela Recipharm. O modelo permitiu confirmar vários pontos de estrangulamento que tinham sido previamente identificados. Foram realizadas três experiências de carácter exploratório, fazendo variar alguns inputs como o número de recursos utilizados na sala de amostragem, no controlo de qualidade de produtos acabados e o número de linhas de produção na fábrica. Posteriormente e de forma a apresentar soluções intermédias foi ainda efetuada uma análise multidimensional. As experiências permitiram concluir que a implementação de uma segunda linha de fabrico traduz uma redução de sensivelmente 6 dias ao tempo médio em sistema, ou seja, o tempo médio desde da chegada de uma ordem de fabrico até à sua expedição como produto acabado. Por fim, concluiu-se também que o incremento de recursos no controlo de qualidade apresenta reduções no tempo médio em sistema mais significativas que o aumento da disponibilidade do recurso na sala de amostragem.
gestão logística, gestão de armazéns, simulação, simulação discreta baseada em eventos, indústria farmacêutica.

Junho 2, 2016, 11:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Amílcar José Martins Arantes

Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil)

Professor Auxiliar