Dissertação

Modelação de cargas térmicas dinâmicas na indústria EVALUATED

O aumento do consumo energético global, e consequente acréscimo da extracção e utilização de recursos, tem impactos negativos no meio ambiente. Muitos sectores industriais dependem de combustíveis fósseis para obter energia e, na queima dos mesmos, emitem-se grandes quantidades de efluentes gasosos para a atmosfera. A preocupação ambiental e económica motivou o estudo de metodologias que promovessem a maximização da eficiência energética na indústria para reduzir o consumo de energia primária e as emissões gasosas. Ao interiorizar que maximizando a eficiência energética se beneficia a sustentabilidade do planeta, estabelecem-se metas de redução das emissões de gases de efeito de estufa, de aumento da eficiência energética e de utilização de energias renováveis. A utilização de ferramentas informáticas na indústria permite explorar novas medidas de monitorização e optimização de processos mesmo para empresas de pequena dimensão, tal com as inseridas na indústria alimentar e de bebidas. Para compreender melhor as opções de apoio informático disponíveis às empresas nesta indústria, realizou-se um estudo dedicado à identificação de ferramentas para modelação de cargas térmicas dinâmicas (processos descontínuos). De entre as ferramentas analisadas, a aplicação informática PinCH, baseada na metodologia da Análise do Ponto de Estrangulamento, foi a selecionada. As suas características foram exploradas e testadas com alguns exemplos académicos referentes a processos industriais contínuos e descontínuos com potencial de integração energética. Simultaneamente, caracterizou-se uma unidade industrial, inserida no sector das carnes e produtos cárneos. Mesmo não tendo sido possível aplicar a metodologia da ferramenta PinCH ao processo, o potencial de aproveitamento energético foi identificado.
Eficiência energética, Recuperação de calor, Análise do Ponto de Estrangulamento, Modelação, Software PinCH, Casos industriais.

Junho 14, 2019, 11:30

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Henrique Aníbal Santos de Matos

Departamento de Engenharia Química (DEQ)

Professor Associado