Dissertação

Alocação de pacientes às camas num Hospital O caso do Hospital Dr. Nélio Mendonça EVALUATED

Uma gestão hospitalar eficaz e eficiente reduz em grande parte os problemas relacionados com a falta de recursos humanos e médicos, em especial, no que diz respeito à escassez de camas para internamento de pacientes, sendo evitados riscos que possam colocar em causa a saúde dos mesmos. O melhoramento da alocação de pacientes, oriundos do serviço de urgência, às camas de internamento é o foco deste trabalho que tem como caso de estudo o Hospital Dr. Nélio Mendonça (no Funchal). Para este fim é utilizada a simulação que permite o estudo de fatores chave que afetam positivamente o tempo de espera para internamento através da modelação de diferentes cenários. Neste trabalho foram considerados 3 cenários: o aumento da capacidade de camas, a realocação da capacidade de camas e, ainda, o aumento do número de recursos humanos no SU. Os resultados mostram que o segundo cenário é o que mais contribui para a diminuição do tempo de espera para internamento nos diversos andares. Quando comparado com o sistema real, este cenário apresenta diminuições entre as 2,5 horas e as 14,5 horas que apresenta, em simultâneo, um mais elevado da taxa de utilização das camas, cerca de 95,4%. No entanto, o último cenário apresenta uma maior fluidez e utilização dos recursos no serviço de urgência, devido ao maior número de tarefas completas. Desta forma, sugere-se a combinação de ambos os cenários, por forma, a tirar partido das vantagens de cada um.
Gestão Hospitalar, Planeamento de camas, Internamento, Simulação

Junho 28, 2019, 13:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Inês Marques Proença

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Auxiliar