Dissertação

Melhoria de Operações na Logística Inversa - O caso da IKEA EVALUATED

No ambiente concorrencial em que se vive hoje em dia, são muitas as empresas que se procuram diferenciar das restantes nos mais diversos aspetos. A IKEA diferencia-se não apenas fornecendo um variado leque de produtos a um preço bastante reduzido, mas também na sua política de devoluções de 365 dias incomparável com as políticas de outras empresas no mesmo sector. Sendo uma multinacional sueca em constante expansão, reinvestindo parte dos lucros na abertura de novas lojas, tendo cinco em Portugal (Alfragide, Loures, Matosinhos, Braga e Loulé), pretende reduzir alguns dos seus gastos, focando-se em melhorar os procedimentos de algumas das suas áreas. Identificando a logística inversa como uma das áreas a melhorar, é neste contexto que surge o presente estudo definindo como objetivo o controlo e eventual redução do número de devoluções do cliente para a loja. Para isso foi estabelecida uma metodologia de investigação que começou pela recolha e análise de dados referentes às devoluções da loja IKEA de Alfragide, otimização e padronização de relatórios e criação de uma ferramenta agregada de análise de dados que permitisse avaliar o comportamento das devoluções ao longo do ano. Com a utilização dos ficheiros criados e complementando com uma vertente mais analítica tiraram-se conclusões do comportamento das devoluções ao longo do último ano fiscal e sugeriram-se melhorias a aplicar.
gestão da cadeia de abastecimento, logística, logística inversa, devoluções, retalho, gestão lean

Outubro 31, 2017, 16:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Susana Isabel Carvalho Relvas

Departamento de Engenharia e Gestão (DEG)

Professor Associado