Dissertação

Nanoplasmonics at high laser intensities EVALUATED

À luz da evolução tanto das intensidades geradas pelos sistemas de laser bem como dos algoritmos computacionais de simulação, torna-se interessante investigar até que ponto poderemos aproveitar estas novas potencialidades no sentido de dar suporte a hipotéticas investigações experimentais futuras. Nesse contexto, a interacção luz-matéria revela ser um campo de estudo cujas bases podem ser consolidadas através destas novas ferramentas. Em particular, sendo ultrapassadas as dificuldades na obtenção de intensidades maiores e comprimentos de onda menores, é possível estudar a estrutura de materiais de determinada composição e configuração com maior detalhe. Poder-se-á extrapolar esta ideia para um metal, como uma folha de Titânio, objecto que estará na base do presente trabalho. Será utilizado um código PIC (Partícula em Célula), designado OSIRIS, para a simulação de um plasma ultra denso como representação de uma estrutura metálica de espessura de 100 nm e com duas fendas de 300 nm, separadas por 600 nm. Esta simulação aplica-se sobretudo ao bombeamento do sistema, envolvendo a emissão de pulsos laser de 800 nm de comprimento de onda com intensidades entre 10^14 W/cm^2 e 10^16 W/cm^2. Os diagnósticos relevantes para analisar durante o tempo de interacção serão a evolução da densidade das espécies, da intensidade do campo eléctrico e dos perfis de temperatura da estrutura. Esta informação torna-se útil na perspectiva de desenvolver um esquema de montagem laboratorial capaz de efectuar a sonda de um sistema para um alvo em expansão, implementando harmónicos de intensidade reduzida através da folha de dupla fenda.
Nanoplasmónica, Titânio, OSIRIS, Bombeamento, Sonda

Novembro 13, 2015, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Marta Leitão Mota Fajardo

Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear (IPFN)

Investigador Principal

ORIENTADOR

Hamed Merdji

CEA Saclay

Investigador Principal