Dissertação

The impact of h ->Z photon in models with two scalar doublets EVALUATED

A tão esperada descoberta do bosão de Higgs deu-se finalmente em 2012. Importa agora conhecer as suas propriedades, em particular se se assemelha à partícula de Higgs prevista pelo Modelo Padrão da Física de Partículas. Estas propriedades podem ser estudadas através dos seus decaimentos; neste trabalho, focamo-nos no modo de decaimento $h \rightarrow Z \gamma$, que é especialmente sensível a Nova Física, uma vez que é mediado por um \textit{loop} de partículas. Este decaimento será provavelmente observado na próxima operação do Large Hadron Collider a 14 TeV e pode assim trazer uma nova compreensão da Física do Higgs. Sabe-se actualmente que o Modelo Padrão está incompleto; direccionamos assim o estudo de $h \rightarrow Z \gamma$ a uma das extensões mais simples a esse modelo, o chamado 2 Higgs Doublet Model - tanto na versão que conserva CP como na versão com violação de CP -, que considera partículas adicionais a contribuir para os decaimentos. Exploramos a possibilidade de o bosão de Higgs ser uma mistura entre estados escalar e pseudoescalar. Abordamos ainda a hipótese recente de o acoplamento de Yukawa entre o Higgs e um par de quarks \textit{bottom} ter o sinal contrário ao do Modelo Padrão. Para além dos referidos tópicos, discutimos a renormalização do decaimento $h \rightarrow Z \gamma$, a importância decisiva dos constrangimentos actuais a $h \rightarrow Z Z^*$ e $h \rightarrow W^+ W^-$ e os efeitos distintos das taxas de produção.
bosão de Higgs, $h \rightarrow Z \gamma$, 2 Higgs Doublet Model, pseudoescalar, sinal errado no acoplamento de Yukawa

Outubro 15, 2014, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

João Paulo Ferreira da Silva

Departamento de Física (DF)

Professor Associado

ORIENTADOR

Jorge Manuel Rodrigues Crispim Romão

Departamento de Física (DF)

Professor Catedrático