Dissertação

Some Theoretical Aspects of Multi-Higgs-Doublet Models EVALUATED

Discute-se o limite do desacoplamento para Multi-Higgs-Doublet Models (NHDMs). Se estes tiverem uma simetria exacta a limitar o número de parâmetros, é expectável que não seja possível alcançar tal limite. Quando existem vários dubletos com a mesma carga de simetria, a teoria pode desacoplar para uma teoria efectiva em que todos os dubletos têm uma carga distinta. Para que a última desacople, são identificadas duas possibilidades. A primeira é viável com qualquer simetria. Para que seja possível recuperar o Standard Model (SM) através de diferentes escalas de desacoplamento, todos os parâmetros quadráticos têm de ser incluídos. Excepto os parâmetros relacionados com as direcções nas quais os valores de expectação do vácuo são nulos. Por outro lado, um desacoplamento do segundo tipo apenas pode ocorrer com certas simetrias. Para que seja possível recuperar o SM, também é necessário utilizar um desacoplamento do primeiro tipo, e não e necessário incluir todos os parâmetros quadráticos. Estabelecer se NHDMs são limitados por baixo pode ser bastante difícil. Tal pode impedir uma investigação eficiente de todas as consequências fenomenológicas destes modelos. Nesta tese, encontramos as condições necessárias e suficientes para que modelos com três dubletos de Higgs e uma simetria U(1)xU(1) ou U(1)xZ2 tenham um potencial limitado por baixo. Observou-se que direcções no espaço de Higgs que quebram a carga desempenham um papel importante, mesmo quando existe um mínimo neutro. Esta observação não está limitada ao modelo considerado. É uma propriedade geral de NHDMs e que por isso deve ser estudada com prudência.
Modelos com N dubletos de Higgs, Limite do desacoplamento, Modelo Padrão, Limitado por baixo, Direcções que quebram a carga

Novembro 11, 2019, 11:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Jorge Manuel Rodrigues Crispim Romão

Departamento de Física (DF)

Professor Catedrático

ORIENTADOR

João Paulo Ferreira da Silva

Departamento de Física (DF)

Professor Associado