Dissertação

Intermittency and Diffusion in the Hodgkin-Huxley Model EVALUATED

Mostra-se que os potenciais de acção no modelo neuronal de Hodgkin-Huxley resultam de um fenómeno de intermitência do tipo I, na vizinhança de uma bifurcação sela-nó de ciclos limite. A restrição das equações de Hodgkin-Huxley às variedades centrais associadas aos pontos de bifurcação de Hopf, subcrítico e supercrítico, pode ser descrita pela forma normal bi-dimensional da bifurcação de Bautin de codimensão 2. Para o modelo de Hodgkin-Huxley com componente espacial, que descreve a propagação de potenciais de acção ao longo de axónios, mostra-se que existem ondas de difusão regulares e caóticas, bem como intermitência espacial do tipo I e um novo tipo de intermitência caótica. A intermitência caótica ocorre na transição de um regime turbulento para um regime de repouso do potencial transmembranar e é caracterisada pela existência de uma sequêcia de potenciais de acção separados por intervalos de tempo irregulares.
Modelo de Hodgkin-Huxley, intermitência do tipo I, bifurcação de Bautin, ondas de difusão, intermitência caótica

Maio 4, 2016, 9:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Rui Manuel Agostinho Dilão

Departamento de Física (DF)

Professor Auxiliar