Dissertação

Fractionalization in low-dimensional systems EVALUATED

Sistemas unidimensionais fornecem um novo mundo de fenómenos físicos únicos (como a separação carga-spin) e uma fonte para paradigmas de sistemas integráveis (como Bethe ansatz), legitimando o estudo efectuado nesta tese das excitações e interacções entre estas nestes sistemas particulares. Numa primeira parte, através das equações de Bethe ansatz são derivadas as pseudopartículas do modelo de Heisenberg isotrópico, assim como a sua banda de energia em função dos pseudomomentos, o desvio de fase entre elas e a relação entre pseudomomentos e rapididades. Estes elementos são usados para calcular o factor de estrutura dinâmica de spin. Uma derivação análoga é feita para o modelo de Kondo. Numa segunda parte, é introduzida a transformação de Östlund-Granath para o modelo de Hubbard unidimensional separando os operadores electrónicos em operadores que actuam entre sítios vazios e sítios com um spin para cima ou sítios ocupados por um spin para baixo e sítios duplamente ocupados (operadores de quasicharge) e em operadores que actuam entre sítios vazios e duplamente ocupados e sítios com apenas um electrão (operadores de quasispin). Com recurso a técnicas de sistemas de muitas partículas e à equação de Bethe-Salpeter, estudou-se se a interacção entre as várias combinações de pseudopartículas produz estados ligados. Finalmente, analisa-se como a transição de sistemas unidimensionais para sistemas bidimensionais altera o comportamento dos estados ligados encontrados. Esta transição é controlada através de um parâmetro sintonizável responsável pelo acoplamento entre cadeias distintas.
Bethe ansatz, sistemas unidimensionais, Bethe-Salpeter, estados ligados, quasispin, quasicharge

Outubro 3, 2014, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Pedro Domingos Santos do Sacramento

Departamento de Física (DF)

Professor Associado