Dissertação

Desenvolvimento de fonte de plasma para pdPWFA a realizar com feixe de Protões EVALUATED

Aqui é discutida PWFA que consiste em fazer incidir um laser de alta intensidade ou um bunch de electrões ou protões relativistas num tubo de plasma criando uma onda (wake) podendo esta ser utilizada para acelerar partículas. Face aos métodos de aceleração convencionais, esta tecnologia tem uma grande vantagem: permite atingir campos eléctricos 3 ordens de grandeza mais intensos. Isto abre a possibilidade de fazer aceleradores com cerca de 1 metro capazes de atingir energias da ordem das centenas de GeV. Existem porém ainda desvantagens como o facto de ser difícil manter estes campos para distâncias na ordem de alguns metros, e o facto de apenas uma pequena parte das partículas alvo sejam de facto aceleradas a altas energias. Neste trabalho foi montado um aparato experimental para estudar características de um plasma num tubo (com Árgon) de diâmetro 10mm, e com comprimentos de L=100 , 150 e 300 cm. Será estudado como se alteram as características do plasma para pressões diferentes, assim como a sua evolução para diferentes comprimentos. Pretende-se assim estudar se este plasma é o indicado para a experiência Proton Driven Plasma Wakeeld Acceleration (AWAKE) a realizar no CERN, que pretende utilizar um feixe de protões emitidos do Super Proton Synchrotron (SPS) com 450 GeV formar um wakefield que irá acelerar um feixe de electrões até energias da ordem dos TeV numa única secção de plasma.
Plasma, Wakefield, Árgon, Alta Tensão

Junho 14, 2013, 11:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Carlos Manuel da Silva Baptista Russo

Instituto Superior Técnico

Investigador Auxiliar

ORIENTADOR

Nelson Manuel Carreira Lopes

Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear (IPFN)

Investigador Auxiliar