Dissertação

Microwave Plasmas Applied For Graphene Synthesis EVALUATED

No presente trabalho, utiliza-se o ambiente único dos plasmas atmosféricos de micro-ondas gerados por ondas de superfície para produzir diversas nano-estruturas de carbono, incluindo folhas de grafeno e nanoesferas. O método tem como base a injecção de moléculas vaporizadas de etanol/benzeno na zona de descarga do plasma de micro-ondas, onde são decompostas, criando assim várias espécies de carbono, i.e. átomos e moléculas. Estas espécies de carbono aglomeram-se posteriormente na zona de pós-descarga formando nanoestruturas, que são coletadas por filtros membranares de nylon. Uma vez que a temperatura na zona de pós-descarga é um parâmetro chave para o processo de nucleação, aplicou-se um sistema de arrefecimento/aquecimento de forma a fixar a temperatura na zona de nucleação. Os resultados obtidos demonstram que o tipo de estruturas criadas depende fortemente da temperatura na pós-descarga. As nanoestruturas produzidas foram caracterizadas por microscopia eletrónica de varrimento e transmissão, espectroscopia Raman e espectroscopia de emissão fotoeletrónica de Raios-X. O rácio dos picos G e 2D obtido a partir dos espectros de Raman assim como a análise das amostras de HRTEM, demonstram que o grafeno produzido contem poucas camadas (de 1 a 5).
Grafeno, Nanoestruturas, Plasma de microondas, Aerosol-through-plasma

Maio 21, 2013, 16:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

CO-ORIENTADOR

Júlio Paulo Dos Santos Duarte Vieira Henriques

Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear (IPFN)

Investigador Auxiliar

ORIENTADOR

Elena Stefanova Tatarova

Departamento de Física (DF)

Equip.Prof.Auxiliar Convidado