Dissertação

ENERGY USE, POLLUTION AND ECONOMIC GROWTH EVALUATED

Nesta tese é proposto o estudo, através de modelos simples, das interacções entre crescimento económico, consumo energético e poluiçao. Assume-se que a economia cresce propocionalmente ao sector energético. A análise foca-se principalmente no impacto negativo da poluição e na sua influência na escolha de tecnologias para a produção e transformação de energia útil. Para cada modelo a trajectória do consumo óptimo é calculada utilizando teoria de controlo óptimo. Apresentam-se aplicações para funções de produção AK e Cobb-Douglas. Demonstra-se que o uso de tecnologias poluentes permite um crescimento económico mais elevado mas eventualmente leva a uma paragem deste, devido às emissões poluentes. Por outro lado, a utilização de tecnologia limpa permite crescimento ilimitado. Conclui-se que, quando ambas as tecnologias estão disponíveis, se a economia se encontrar num nível de desenvolvimento baixo, é óptimo investir apenas na tecnologia mais produtiva, mesmo se for poluente. No entanto, mostra-se também que, a dado momento, os impactos negativos da poluição fazem com que seja óptimo investir na tecnologia menos produtiva, mas limpa. Demonstra-se que esta troca ocorre sempre. Para este modelo, a curva da poluição em relação ao redimento global da economia apresenta uma forma que pode ser identificada com uma curva ambiental de Kuznets (EKC).
crescimento económico, energia, poluição, EKC

Maio 18, 2012, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

CO-ORIENTADOR

Luís Filipe Moreira Mendes

Departamento de Física (DF)

Professor Auxiliar

ORIENTADOR

Tiago Morais Delgado Domingos

Departamento de Engenharia Mecânica (DEM)

Professor Auxiliar