Dissertação

Kinematic Waveform Inversion - Study of Regional Earthquakes in Southwest Iberia EVALUATED

Neste trabalho são estudadas soluções do tensor momento para 17 sismos regionais com magnitudes momento (Mw) estimadas entre 3.3 e 4.4. Estes sismos ocorreram entre Fevereiro de 2007 e Setembro de 2009 a sudoeste da Península Ibérica. As ferramentas KIWI (KInematic Waveform Inversion) compõem um algoritmo utilizado para realizar a inversão do tensor momento [Cesca et al., 2010]. Este método trabalha no domínio do tempo ou da frequência em diferentes etapas da inversão. É atribuido um factor de qualidade a cada solução que se baseia no número de estações usadas na inversão e no valor da diferença entre as formas de ondas observadas e sintéticas geradas a partir da melhor solução. São efectuadas comparações dos mecanismos focais obtidos neste estudo com outras soluções publicadas pelo IAG, IGN e com os resultados preliminares obtidos pelo grupo de trabalho (WP3) do projecto NEAREST, que utiliza uma rede de estações Ocean Bottom Seismometer (OBS) [Geissler et al., in press]. Estas soluções apresentam diferenças quanto à profundidade e ao epicentro, relativamente aos resultados do Instituto de Meteorologia (IM), que usa no seu cálculo a rede de estações sismológicas terrestre. Para estudar a influência destes parâmetros, são realizadas inversões usando como valores iniciais apenas os parâmetros obtidos pelo IM, apenas os valores obtidos no estudo do projecto NEAREST, e uma combinação dos parâmetros profundidade/epicentro dos dois estudos. Os resultados revelam que as soluções focais são pouco sensíveis a variações da localização epicentral, enquanto que quando variada a profundidade, os mecanismos focais sofrem alterações significativas.
inversão do tensor momento, sismos regionais, Sudoeste da Peninsula Ibérica

Novembro 4, 2010, 11:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação