Dissertação

Lepton Flavour Violation in the Supersymmetric seesaw type-I EVALUATED

Experiências de oscilação de neutrinos exigem que o Modelo Padrão (MP) da física de partículas seja estendido. Uma destas extensões consiste em introduzir 3 neutrinos pesados direitos de Majorana (seesaw tipo-I). Do ponto de vista teórico, o problema da hierarquia é uma indicação sólida para a existência de um modelo mais fundamental que será observável a uma escala de energia <= 3 TeV. Uma das melhores respostas ao problema da hierarquia é fornecida pela Supersimetria. Nesta tese implementamos estas duas extensões a priori não relacionadas. Uma vez que a pequenez da massa dos neutrinos é justificada por neutrinos direitos extremamente massivos, estes irão desacoplar da teoria a baixa escala de energia. Insatisfatoriamente, tudo o que se poderia saber sobre a sua existência é apenas o que já se sabe: a massa de neutrinos. Esta afirmação deixa contudo de ser válida quando o seesaw é embebido num modelo mais fundamental com o qual poderá comunicar. É exactamente isto que ocorre no seesaw supersimétrico. Nesta tese iremos estudar os processos de violação de sabor leptónico que são provocados pela presença destes neutrinos direitos no contexto do modelo padrão supersimétrico mínimo (MPSM) com condições fronteira mSUGRA (minimal supergravity). Actualmente já existem constrangimentos [1] significativos para processos de violação de sabor leptónico, em especial no decaimento radiativo muão -> electrão + fotão, especificamente, BR(mu -> e gamma) <= 1.2 * 10^(-11), delimitando simultaneamente o espaço de parâmetros do MPSM e os parâmetros do seesaw.
Supersimetria, Modelo Padrão Supersimétrico Mínimo, Oscilações de Neutrinos, Minimal Supergravity, Seesaw Tipo-I, Violação de Sabor Leptónico

Outubro 23, 2009, 14:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Jorge Manuel Rodrigues Crispim Romão

Departamento de Física (DF)

Professor Catedrático