Dissertação

OPCPA and new amplification techniques EVALUATED

Desenvolvimentos recentes em lasers de alta intensidade têm permitido um aumento cada vez maior das suas potências, existindo hoje em dia sistemas que produzem impulsos da ordem do Petawatt (1015 W). Este novo estender do conceito de lasers ultra intensos abre inúmeras portas em diversos campos da ciência, permitindo novos regimes da física. Entre as diversas técnicas laser utilizadas para atingir estas potências, uma destaca-se drasticamente pelo conjunto de vantagens que oferece: a amplificação paramétrica de impulsos com chirp (OPCPA), que se baseia em processos de mistura de três ondas em cristais não-lineares. O trabalho apresentado nesta Tese enquadra-se na iniciativa global do GoLP de desenvolver um amplificador de grande largura de banda, baseado em OPCPA de alta energia e taxa de repetição, e com um sistema de bombeamento baseado em lasers de díodo. Este tipo de lasers, em particular conjugado com materiais amplificadores dopados com itérbio, permite uma operação de alta eficiência, a taxas de repetição elevadas, sendo assim ideal como fonte de bombeamento para OPCPA. No entanto, o comprimento de onda de operação para um tal sistema é diferente do utilizado no laboratório. Nesta Tese descreve-se o trabalho experimental que resultou na caracterização completa do front-end do actual sistema laser e da actual cadeia de OPCPA a um comprimento de onda compatível com um sistema paralelo baseado em díodos. Os resultados demonstram que é possível converter toda a cadeia laser num sistema de grande largura de banda bombeado por díodos, abrindo novas perspectivas nos parâmetros laser do laboratório.
Lasers e óptica de lasers, Óptica não-linear, Óptica ultra-rápida, Fibra óptica e comunicações ópticas

Novembro 13, 2008, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação