Dissertação

Dilute magnetism in graphene EVALUATED

Neste estudo analisamos as propriedades magnéticas do grafeno quando dopado com adátomos. Recorrendo à Teoria de Campo Médio Variacional determinamos a temperatura crítica, como função da concentração de adátomos, para duas fases magnéticas distintas: ferromagnetismo com adátomos distribuídos numa só subrede e antiferromagnetismo. Para uma concentração de impurezas de 10% e uma constante de acoplamento JS=3eV obtivemos temperaturas críticas de 145K no primeiro caso e 527K no último. A introdução de um pouco de anisotropia no sistema altera drasticamente a temperatura crítica, chegando até a gerar uma concentração crítica no caso de ferromagnetismo em apenas uma subrede. O estudo da densidade de estados do sistema nestes regimes foi feito usando um método recursivo para o cálculo da função de Green do sistema. Analisamos a abertura de hiatos energéticos e vemos como estes evoluem com a desordem, oriunda quer da posição dos adátomos quer da temperatura. Finalmente, aplicamos estes métodos na tentativa de explicar os resultados experimentais obtidos por Hwang et al. no seu trabalho sobre grafeno dopado com átomos de enxofre.
grafeno, magnetismo, adátomos, desordem

Novembro 11, 2016, 10:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Eduardo Filipe Vieira de Castro

Departamento de Física (DF)

Professor Auxiliar