Dissertação

Gravitational waves and massive gravitons EVALUATED

Teorias de gravitões massivos são interessantes como alternativa à Relatividade Geral (RG) devido às suas soluções cosmológicas, que prevêem a aceleração da expansão do universo. Estas teorias são ainda conceptualmente interessantes no que diz respeito a outros fenómenos a que dá origem. Nesta tese estudamos um desses fenómenos de gravidade massiva, a emissão de ondas gravitacionais. Analisamos este fenómeno no contexto da perturbação de um buraco negro de Schwarzschild por uma partícula pontual para duas trajectórias: uma queda radial ultra-relativista e uma órbita circular. Simplificando as equações de campo através da sua decomposição em harmnónicas esféricas tensoriais, mostramos que as perturbações monopolar e dipolar levam à emissão de ondas gravitacionais, ao contrário do que acontece em RG. Esta emissão deve-se à excitação de novos modos do gravitão, com origem na sua massa. Finalmente, calculamos as soluções para o modo monopolar, descobrindo que, embora as oscilações resultantes tenham uma amplitude mensurável, a sua frequência muito baixa impede a detecção pelas experiências actuais e do futuro próximo. Este e outros resultados, nomeadamente relacionados com os modos dipolares, são tratados na referência [1].
teoria de Proca, gravidade massiva dRGT, buracos negros, teoria de perturbações, ondas gravitacionais

Julho 20, 2018, 16:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Vítor Manuel dos Santos Cardoso

Departamento de Física (DF)

Professor Catedrático