Dissertação

Análise do uso de LTE-A em Comunicações de Missão Crítica entre viaturas militares em cenários operacionais EVALUATED

O principal objetivo desta dissertação foi o estudo de cobertura e capacidade de uma rede LTE-Avançado D2D entre viaturas militares. O estudo foi feito considerando as mais recentes viaturas do Exército, PANDUR II e considerando as características inerentes às comunicações militares como a distância entre viaturas ou a altura destas. Foi desenvolvido um modelo para avaliação de cobertura e capacidade destas comunicações. O modelo considera três frequências que estão à disposição do Exército: 65 MHz 896 MHz e 1685 MHz e três modulações: 4-PSK, 16-QAM e 64-QAM. Para estas frequências foram analisados quatro ambientes: Urbano, Suburbano, Rural e Floresta. A frequência que se revelou mais eficaz para realizar todos os serviços foi a frequência 65 MHz. O caso particular do ambiente de floresta é bastante crítico aquando do uso da frequência 1685 MHz. Em termos de cobertura, para o cenário com maior taxa de transferência (R_(b_([Mbit/s]) )=144.166), a frequência 65 MHz obteve os melhores resultados. No ambiente de Floresta, que é o pior caso, esta frequência permite transmitir até uma distância de 3776 metros. Em termos de capacidade, para a maior distância entre viaturas (600 metros) a frequência 65 MHz conseguiria no pior caso transmitir com uma taxa de transferência de 380 Mbit/s.Os resultados obtidos mostram que a tecnologia se revela bastante satisfatória conseguindo realizar as comunicações de uma forma bastante mais eficaz do que com os meios atuais.
LTE-Avançado, D2D, rede Ad hoc, viaturas PANDUR

Novembro 22, 2017, 17:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Luís Manuel De Jesus Sousa Correia

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Associado