Dissertação

Análise do uso do LTE-A MCC entre os militares em ambientes operacionais EVALUATED

Esta Dissertação de Mestrado analisa o desempenho do sistema LTE-A MCC entre os militares do Exército em ambientes operacionais, integrados nas Operações de Estabilização e nas Operações de Apoio Civil. A análise centra-se na forma de transmitir voz e dados, em tempo real, num pelotão de infantaria. Com a utilização do sistema LTE-A MCC é possível fazer face às elevadas taxas de transmissão de dados e permitir que os militares tenham vários serviços disponíveis cuja informação é, posteriormente, encaminhada para o escalão superior. Para além do que existe no Exército e é sustentado pelo Sistema de Informação e Comunicações Tático pretende-se integrar uma nova tecnologia, o LTE-A MCC. Foram utilizados modelos de propagação em ambientes urbanos, suburbanos, rurais e interior de edifícios. Foram abordados os conceitos fundamentais do sistema LTE-A, a comunicação em modo direto entre os militares, o cálculo da cobertura e da capacidade dos vários serviços e a integração do sistema numa rede ad hoc com retransmissão. Como caso de estudo foi utilizada a República Centro-Africana onde estão, atualmente, militares portugueses que atuam como uma Força de Reação Rápida da MINUSCA. Os casos críticos de comunicação verificam-se para o serviço de streaming de vídeo, nos ambientes exteriores para as frequências de 64 MHz e 890 MHz, por falta de capacidade. Na frequência de 64 MHz, 23 militares conseguem transmitir vídeo até uma distância de 308 m. Na frequência de 890 MHz, 27 militares têm o serviço disponível e podem transmitir até 364 m.
LTE-A MCC, Rede Ad Hoc, Cobertura, Capacidade, Operações Militares, República Centro-Africana.

Novembro 22, 2017, 16:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

Luís Manuel De Jesus Sousa Correia

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Associado