Dissertação

Avaliação do valor para o sistema eléctrico das tecnologias intermitentes de produção EVALUATED

A existência de diversas fontes de energia eléctrica é imprescindível para a redução da depência externa de energia e da instabilidade nos mercados responsáveis pela transacção de produtos petrolíferos e combustíveis fósseis. Nesta dissertação foi realizado um estudo do sistema eléctrico português, por forma a prever o melhor proveito económico de um investimento em tecnologias renováveis intermitentes. Nesta dissertação foi utilizado um método similar ao usado por Alan D. Lamont em 2006, quando estudou o impacto das energias intermitentes na Califórnia portanto, foi utilizado uma adaptação da metodologia da “curva de triagem” ou da curva monótona, foram determinados então os Custos Fixos, os Variáveis, de forma a permitir calcular uma minimização do Custo do Sistema total, assim como o Valor Marginal de cada tecnologia. Foi utilizado para a análise, consumos e produções de energia a cada hora ao longo de 2015, em Portugal. Em termos económicos, pelos valores calculados de maneira a ter uma maior minimização de custos, assim como através do Valor Marginal de cada fonte, ficou demonstrado que o Carvão continua a ser um investimento certo, assim como a Produção Regime Especial (PRE) Térmica e por fim a PRE Eólica. Sendo então demonstrado que, para os dados de 2015 do Sistema Eléctrico Português, segundo este estudo, a PRE Fotovoltaica ainda não é muito interessante.
Minimização do Custo do Sistema, Valor Marginal, Fontes Renováveis Intermitentes, Carvão, PRE Eólica, PRE Fotovoltaica

Outubro 26, 2017, 10:0

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

João José Esteves Santana

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Catedrático