Dissertação

Protecção contra curto-circuito causados pelo toque de linhas aéreas de Média Tensão com árvores EVALUATED

O contacto entre linhas elétricas e árvores sempre foi um dos principais problemas das companhias elétricas, especialmente na rede de Média Tensão, por se tratar de um defeito fase-terra muito resistivo, podendo mesmo ser a causa de incêndios florestais, pondo até em risco a vida humana e a biodiversidade, bem como os ativos das companhias. De forma a poder detetar estes contactos, decidiu-se caracterizar eletricamente as principais espécies arbóreas de Portugal, através da medição experimental da resistência elétrica. Após a realização das medições é proposto um modelo da resistência elétrica da árvore em função da altura e do diâmetro basal da mesma, com o intuito de simular árvores com alturas idênticas às que se encontram os condutores. Adicionalmente, obteve-se com base nos valores experimentais e simulados, e através da caracterização florestal realizada pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a função probabilidade da distribuição das resistências elétricas por região. Por fim, estudou-se o impacto da parametrização da corrente operacional das funções relativas a defeitos fase-terra para diferentes valores de corrente, através do cálculo da probabilidade de detecção das resistências elétricas existentes numa dada região, para a corrente operacional proposta e para os diferentes regimes de Neutro e níveis de tensão.
Resistência Eléctrica de Árvores, defeitos fase-terra, funções homopolares

Junho 18, 2019, 11:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

José Luís Costa Pinto de Sá

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Associado