Dissertação

Optical Transport Networks with Flexi-Grid Planning EVALUATED

A procura por soluções inovadoras na área de redes óticas foi fortemente impulsionada com o aumento exponencial de tráfego durante as primeiras décadas do século XXI até aos seus novos limites. A gestão flexível da largura de banda está a ser atualmente integrada em soluções já existentes sobre uma gestão de grelha fixa. O novo paradigma de redes elásticas de transporte ótico só foi possível devido a desenvolvimento de novo equipamento, com especial enfoque em soluções de deteção coerente e introdução de novos formatos de modulação. Adicionalmente, a implementação de canais com elevadas capacidades que poderão transportar até 1 Tbps, os designados Super-canais, levou à necessidade de rever as estratégias de roteamento atualmente implementadas nas redes óticas. Numa perspetiva estática, geralmente aplicável durante o processo de dimensionamento de novas redes, a simulação e o processo heurístico são ferramentas importantes para identificar as melhores soluções em problemas reais. No presente trabalho de investigação, foram comparados, por via de simulação e através de uma abordagem heurística, diferentes algoritmos de roteamento, com diferentes combinações de perfis de tráfego e topologias de rede. Foi concluído que estratégias de ordenamento de pedidos que priorizam os caminhos mais congestionados bem como estratégias de roteamento que consideram o número de 3R como critério principal, complementado com a escolha dos caminhos com menor espetro, levam a melhores resultados. No entanto, verificou-se também que a topologia e a distribuição do tráfego na rede têm impacto nos resultados, devendo estas especificidades serem consideradas no processo de planeamento.
Redes de transporte óticas, grelhas fixa e flexível, redes elásticas, ordenação de pedidos, estratégias de roteamento, Super-canais

Junho 27, 2019, 14:30

Publicação

Obra sujeita a Direitos de Autor

Orientação

ORIENTADOR

João Miguel Santos

Infinera

Especialista

ORIENTADOR

João José de Oliveira Pires

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Auxiliar