Dissertação

Geocast System EVALUATED

A cada dia que passa, aproximamo-nos de um mundo em que os veículos se deslocarão autonomamente, sem precisar de qualquer auxílio humano para tomar decisões. Para que os veículos autónomos se tornem uma realidade, é necessário que exista partilha de informação entre todos os intervenientes de uma rede veicular, como carros e infraestruturas. Esta partilha de informação tem de ser confiável, assegurando que nenhuma informação relevante seja perdida e, por outro lado, a entrega da informação tem de ser com uma latência reduzida, para que todos os nós da rede estejam o mais atualizados possível. Assim, existiu a necessidade de criar arquiteturas que suportem estes requisitos nas suas aplicações de tomadas de decisões. Na Europa, o ETSI desenvolveu a arquitetura C-ITS, onde o modo de comunicação entre os nós é bastante inovador, comparado com os modos tradicionais de comunicação. O modo de comunicação implementado nesta arquitetura chama-se Geocast, que possibilita o envio de informação para uma área geográfica, sem ser preciso ter conhecimento da identidade dos nós que lá se localizam. Dado que este modo de comunicação é muito recente, não existem estudos suficientes para tirar conclusões se funciona corretamente. Assim, este trabalho visa implementar uma visão simplificada da arquitetura ETSI, com especial ênfase na camada que implementa o modo de comunicação Geocast, para que estudantes possam utilizá-la como base do desenvolvimento das suas aplicações C-ITS.
C-ITS, Geocast, GeoNetworking, Veículos Autónomos, VANET

Junho 18, 2019, 11:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

Teresa Maria Sá Ferreira Vazão Vasques

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Associado