Dissertação

Sistema de controlo coordenado para a perda de consciência e analgesia EVALUATED

O estudo do controlo da perda de consciência e da analgesia (redução da resposta aos estímulos), é um tema pouco explorado devido à sua complexidade. O modelo em estudo tem como objectivo controlar as variáveis de entrada, taxas de infusão de remifentanil e propofol, de acordo com o valor desejado, das variáveis de saída, profundidade de anestesia e a resistência à dor. A profundidade de anestesia é actualmente medida através de sensores que registam a actividade eléctrica no cérebro. A resistência à dor é medida através de sensores que determinam o grau de sensibilidade, como por exemplo, um dolorímetro. Dispondo dos sensores que determinam a profundidade de anestesia e a resistência à dor do paciente, o objectivo dos referidos controladores consiste na obtenção do exacto valor necessário de cada fármaco de forma a informar o actuador, seringa automática, da taxa de infusão. Por forma a conhecer o efeito de cada fármaco no paciente tiveram-se em conta os modelos faramacocinético e farmacodinâmico. Para controlar o sistema em causa foram estudados os controladores: quadrático linear distribuído e coordenado e o preditivo distribuído e coordenado. Analisando ambos os controladores e o impacto do ruído nos mesmos, verificaram-se algumas diferenças ao nível do erro médio, calculado utilizando a referência, constatando-se que o controlador quadrático linear foi o que se apresentou mais eficaz. Realizou-se um teste da robustez, e este revelou que o controlador quadrático linear distribuído e coordenado conduz a melhores resultados para uma gama muito maior de pacientes.
Profundidade de anestesia, resistência à dor, contolo quadrático linear distribuído, controlo preditivo, coordenação

Novembro 18, 2019, 14:0

Documentos da dissertação ainda não disponíveis publicamente

Orientação

ORIENTADOR

João Manuel Lage de Miranda Lemos

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores (DEEC)

Professor Catedrático