Novo Modelo de Ensino e Práticas Pedagógicas 2021/2022
(MEPP 21/22)


A partir do 1º semestre do ano lectivo 2021/22 (em Setembro de 2021) o MEE terá um novo plano de estudos que está de acordo com o MEPP.

Um sumário deste novo plano de estudos está disponível na página do MEE no separador Estrutura do curso 2021/22.

Com esta alteração foi definido um plano de transição do antigo para o novo plano de estudos do MEE que pode ser encontrado na página de Reestruturação dos cursos de 2º ciclo Mestrado (2º Ciclo).
Brevemente, cada aluno (na sua página do Fénix) vai poder realizar uma simulação da transição do seu plano de estudos actual para o novo plano de 2021/22.

Toda a informação relativa ao MEPP 21/22 pode ser encontrada em https://mepp.tecnico.ulisboa.pt
Alguns aspectos de implementação do MEPP podem ser consultados na lista geral de Perguntas Frequentes (FAQ).


Algumas Notas Importantes Sobre a Transição para o MEPP 21/22

Que alunos passam para o novo plano de estudos?

  • Os alunos a quem falte apenas a Dissertação de Mestrado e/ou até um máximo de 15 ECTS adicionais para concluir o ciclo de estudos, mantêm-se no plano de estudos original, a menos que indiquem expressamente o desejo de transitar para o novo plano de estudos. No entanto, para as disciplina em falta, não haverá leccionação (as disciplinas do plano antigo deixam de existir), haverá apenas avaliação em moldes a definir pela coordenação e o docente responsável.
    Todos os alunos que não estejam nas condições anteriores transitam automaticamente para o novo plano de estudos de acordo com o plano de transição. Em alguns casos individuais, a alteração do número de créditos das UCs na transição poderá implicar a não contabilização de um máximo de 1,5 ECTS.

  • [2021-05-07] Os serviços académicos tiveram que rever as condições de transição dos alunos num segundo ciclo, integrado ou não integrado. As condições apresentadas anteriormente são alteradas e terão que transitar para o novo plano de estudos todos os alunos que não concluam o curso em 2020/21. Esta situação resulta da publicação em Diário da República do novos planos de estudos, em que os novos currículos substituem os anteriores, e consequentemente não podem ser lançadas classificações em 2021/22 nos currículos antigos, dado que não estarão em funcionamento. 
  • Para que fique claro, este enquadramento não afecta os alunos que vão discutir a sua dissertação até 31/12/2021, dado que estão inscritos em 2020/21.

Continuarão a existir semestre alternativos e precedências?

  • Não. Porém, existe semestre alternativo nas Unidades Curriculares de Projecto Integrador de 2.º Ciclo (PIC2) e Dissertação de Mestrado.

Melhorias de nota em 2020/21 e 2021/22.
  • No ano lectivo 2020/2021, podem fazer melhoria de nota em Época Especial, sem restrição do número de ECTS, todos os estudantes (1o ciclo, 2o ciclo, Mestrado Integrado) em Unidades Curriculares a que tenham estado inscritos e obtido aprovação nesse ano lectivo.
  • No ano lectivo 2021/2022 apenas é permitido fazer melhoria de nota em Época Especial, aos alunos a quem, tendo concluído os 180 ECTS correspondentes ao 1o ciclo de estudos, faltem apenas a Dissertação de Mestrado e/ou até um máximo de 15 ECTS para concluir o 2o ciclo de estudos, e que permaneçam no currículo antigo. A melhoria pode ser realizada em Unidades Curriculares a que tenham estado inscritos e obtido aprovação nesse ano lectivo.

Outras questões ou dívidas.
  • Contactar os delegados do curso ou a coordenação do MEE.